fbpx

Score para financiamento: Qual o melhor?

Tempo de leitura: 4 minutos

Se você está pensando em comprar a casa própria ou adquirir um carro novo por meio de um financiamento, saiba que seu Score será analisado e, a depender da sua nota, ele pode até ser negado.

É que todos os bancos, antes de aprovarem qualquer financiamento ou empréstimo, consultam os birôs de crédito, como o SPC e o Serasa, para verificar sua pontuação.

É por meio dela que os bancos avaliam se você será um bom pagador ou não, e isso pode ser a peça-chave para a instituição financeira aprovar seu pedido de crédito.

Neste conteúdo, vamos explicar tudo o que você precisa saber para conseguir realizar seu próximo sonho sem que o Score seja uma barreira.

O que é o Score?

Score é uma pontuação que os birôs de crédito determinam para cada pessoa que revela se ela pode ser uma boa pagadora ou não.

Cada birô tem suas próprias formas de calcular essa pontuação, que, de forma geral, vai de 0 a 1000. Uma pontuação próxima de 1000 significa que a pessoa tem mais chances de conseguir pagar suas dívidas em dia. Já uma pontuação baixa passa a ideia de que as chances de a pessoa conseguir pagar suas dívidas são menores.

Com base nessa pontuação, os bancos podem decidir se liberam o crédito ou não, e sob quais condições ele será liberado.

Qual o score mínimo para conseguir um financiamento?

Sendo bem objetivo nesta pergunta, a resposta é: depende! 

É que a decisão de liberação do crédito leva em consideração outros fatores além da pontuação no Score. Por isso, em alguns casos, mesmo que você tenha um score baixo, ainda é possível obter o financiamento. Veja alguns:

Capacidade de pagamento

O banco avalia sua renda mensal e seu custo de vida para avaliar se você possui condições financeiras suficientes para pagar o débito em dia. 

Lembrando que não há uma renda mínima, mas é importante que a parcela do seu financiamento comprometa no máximo 30% da sua renda.

Idade

O banco avalia sua idade para saber o tempo máximo que poderá conceder para o pagamento total da dívida, e isso pode afetar o valor da parcela.

Avaliação jurídica

Sim, o banco também procura saber mais sobre sua vida no âmbito jurídico antes de conceder um empréstimo. Isso ocorre porque a instituição precisa garantir que você não tenha nenhuma pendência que possa prejudicar o negócio no futuro.

Movimentação bancária

Se você já tiver relacionamento com o banco em que pretende obter financiamento, as chances de conseguir o crédito são maiores, pois a empresa já conhece o seu comportamento financeiro.

Políticas internas do banco

Cada banco possui seus próprios critérios e, por isso, cada um pode avaliar de forma diferente a possibilidade de liberação de um financiamento, depende do quão rigorosos são com suas políticas de crédito. Isso, inclusive, pode afetar o percentual de juros que o banco deve oferecer.

Score

Por último, o banco avalia seu Score e, com isso, pesa todos os critérios e decide se libera o financiamento. Assim, mesmo que o Score apresentado seja o mesmo para todos os bancos, alguns podem liberar o crédito e outros não, bem como as condições de quem liberou serem diferentes.

É claro que uma boa pontuação sempre vai ajudar, e bons Scores para financiamento são aqueles maiores de 600. Mas caso seu Score não seja ótimo, ainda é possível conseguir o financiamento.

Isso porque o banco verifica se houve mudança significativa na sua renda, se você já tem histórico de pagamento em outros créditos (como empréstimos e cartões), se seu custo de vida está adequado à sua renda e se você possui estabilidade ou capacidade de se manter ou de conseguir um novo emprego caso seja demitido.

Caso o banco confirme que, mesmo com uma nota baixa no Score, suas condições são boas e seguras, ainda é possível conseguir um bom financiamento.

Como melhorar o Score para obter financiamento?

Como dissemos, apenas de não ser o único fator analisado, o Score tem algum peso na decisão da instituição financeira. Logo, ter um bom Score é import ante.

Por isso, separamos 3 dicas que podem te ajudar a aumentar sua pontuação.

1- Ter o nome limpo

Esse é o primeiro passo caso você tenha o nome nos cadastros de proteção ao crédito como o SPC e o Serasa. A sua nota pode subir bastante só de ter o nome limpo.

Entre em contato com as empresas com as quais você tem pendência e tente negociar a dívida. O Serasa, inclusive, oferece periodicamente oportunidades para você quitar suas pendências financeiras com descontos que podem chegar a 90% da dívida. 

Além disso, a Meu Acerto oferece excelentes oportunidades para quitar débitos pendentes.

2- Tenha contas em seu nome

Ter contas em seu nome é uma forma de ajudar os órgãos de proteção ao crédito a verificarem seu perfil de pagador.

Se você paga suas contas em dia, ou mesmo adiantado, é um excelente sinal. Com esse comportamento, os birôs entendem que você é uma pessoa planejada e que, se conseguir mais crédito, conseguirá pagá-los sem grandes problemas.

3- Não atrase suas contas

Se pagar as contas adiantadas ou em dia é um bom sinal, atrasá-las vai passar a ideia contrária.

Claro que atrasar uma conta ou outra de vez em quando não é um grande problema. A questão é ter um comportamento frequente de atraso. Por isso, planeje-se para gastar somente aquilo que você de fato ganha. 

Qual Score os bancos consultam?

No Brasil há três órgãos de proteção ao crédito principais: SPC, Serasa e Boa Vista SCPC, sendo que apenas os dois últimos possuem scores. Cada birô possui parcerias com diferentes tipos de lojas, bancos e instituições financeiras. 

É por isso que ao ter o nome negativado a pessoa, geralmente, não fica com o nome sujo em todos os birôs, apenas naquele que o banco tem parceria. O mesmo acontece na hora da consulta do CPF do cliente, que ocorre apenas nos birôs parceiros do banco.

A seguir, a lista de bancos que consultam no Boa Vista SCPC e no Serasa.

Bancos que consultam no SPC Boa Vista

  • Agibank;
  • Banco do Brasil;
  • Neon;
  • Banco Inter;
  • Caixa Econômica Federal;
  • Itaú Unibanco;
  • Nubank;
  • Safra;
  • Porto Seguro;
  • Votorantim;
  • Trigg.

Bancos que consultam no Serasa

  • C6 Bank;
  • Bradesco;
  • Nubank;
  • Santander;
  • Pag!;
  • Trigg.

Conclusão

Ter uma vida financeira organizada é muito importante para que você seja bem visto pelos bancos e pelos órgãos de proteção ao crédito e, assim, conseguir uma boa pontuação. Com isso, é possível obter um financiamento de forma mais fácil.

Portanto, antes de procurar um financiamento, procure avaliar os critérios que serão considerados pelos bancos, como sua situação financeira atual, sua pontuação de crédito e seu custo de vida. Assim, ao buscar o crédito suas chances de obtê-lo sem muitas barreiras será maior.

Aqui no blog postamos muitas dicas sobre planejamento financeiro pessoal que podem lhe ajudar nesse desafio. Inscreva-se em nossa newsletter e não perca nenhum conteúdo.

Esse artigo foi útil?
[Total: 2Média: 5]

Tags relacionadas

Leandro Jesus

Você pode gostar também