fbpx

Tire suas dúvidas com um glossário financeiro de A a Z

Tempo de leitura: 41 minutos

Se você está começando a lidar com finanças ou quer se aprofundar mais no assunto, é importante estar familiarizado com os termos técnicos que são comumente usados na área.

Neste post, vamos explorar alguns termos financeiros importantes. Confira!

Você vai ver nesse conteúdo:

A

Ace

Ace é uma sigla para “Adiantamento sobre Contrato de Câmbio”. É um instrumento financeiro utilizado por exportadores, principalmente, para obter recursos antes mesmo de receber o pagamento pela exportação.

Acordo de cooperação

O acordo de cooperação é um documento que formaliza a colaboração entre duas ou mais partes em uma determinada área ou projeto. No contexto financeiro, pode se referir a um acordo entre instituições financeiras ou empresas para trabalharem juntas em uma iniciativa específica.

Adesão

A adesão é o processo de tornar-se membro ou cliente de uma instituição financeira, como um banco ou uma seguradora.

Aditivo

Um aditivo é uma alteração ou adição feita a um contrato ou acordo existente. No setor financeiro, o termo pode ser usado para definir uma alteração em um contrato de empréstimo ou de investimento.

Agente financeiro

Um agente financeiro é uma instituição do segmento que atua como intermediária entre os investidores e os tomadores de empréstimo. Exemplos de agentes financeiros incluem bancos, cooperativas de crédito e corretoras de valores.

Alienação fiduciária

A alienação fiduciária é uma modalidade de garantia utilizada em contratos de empréstimo. Nesse tipo de contrato, o bem que está sendo financiado fica no nome do credor até que o débito seja totalmente quitado.

Amortização

A amortização é o processo de pagar gradualmente uma dívida ao longo do tempo. Geralmente, envolve o pagamento de prestações mensais que incluem uma parte do valor original mais os juros.

Análise de crédito

análise de crédito é uma avaliação feita por instituições financeiras para determinar a capacidade de um indivíduo ou empresa de arcar com o pagamento de um empréstimo ou financiamento.

Análise de risco

A análise de risco é a avaliação feita por instituições financeiras para determinar o risco envolvido em um determinado investimento ou empréstimo.

Anuidade

Uma anuidade é um produto financeiro que garante um fluxo de renda regular por um período de tempo determinado. Geralmente, é contratada por meio de uma seguradora.

Aplicação

Uma aplicação é o ato de investir dinheiro em um determinado produto financeiro, como ações, títulos ou fundos de investimento.

Apólice

A apólice é um documento que formaliza o contrato de seguro entre uma seguradora e um segurado.

Assessoria financeira

A assessoria financeira é um serviço prestado por profissionais especializados em finanças para ajudar indivíduos e empresas a tomarem decisões financeiras alinhadas aos seus respectivos perfis.

Averbação

A averbação é o registro de uma mudança ou adição em um documento ou contrato existente. No contexto financeiro, pode também se referir ao registro de uma hipoteca ou alienação fiduciária em um contrato de empréstimo.

B

B2B

B2B significa Business-to-Business. Ou seja, quando as transações comerciais são realizadas entre empresas.

B2C

B2C significa Business-to-Consumer, que define as transações comerciais realizadas entre empresas e o consumidor final.

Bacen

Bacen é a sigla para Banco Central do Brasil, o órgão responsável pela regulamentação e fiscalização do sistema financeiro nacional.

Balança comercial

Balança comercial é o registro das importações e exportações de um país em um determinado período de tempo.

Balanço patrimonial

Balanço patrimonial é um relatório contábil que apresenta a situação financeira de uma empresa em um determinado período de tempo.

Banco Central do Brasil

O Banco Central do Brasil é responsável por regular e fiscalizar o sistema financeiro nacional.

Bloqueio

Bloqueio é a suspensão temporária de uma conta bancária ou de um cartão de crédito, geralmente realizada por motivos de segurança.

BNDES

BNDES significa Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social, responsável por financiar projetos de investimento em empresas brasileiras.

Bolsa de Valores

A Bolsa de Valores é um mercado organizado onde são realizadas negociações de títulos e valores mobiliários, como ações e debêntures, entre outras aplicações financeiras.

Bovespa

Bovespa é a sigla da Bolsa de Valores de São Paulo, a principal bolsa de valores do Brasil.

Bovespa Fix

Bovespa Fix é um índice de referência que mede a variação média dos preços das ações negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo.

C

Caderneta de poupança

A caderneta de poupança é uma forma de investimento popular no Brasil. É uma conta bancária em que o dinheiro depositado rende juros, geralmente a uma taxa fixa.

Câmbio flutuante

O câmbio flutuante é um sistema em que as taxas de câmbio são determinadas pelo mercado, e não pelo governo. Isso significa que as flutuações de oferta e demanda podem afetar o valor da moeda.

Capital

Capital é um termo usado para descrever o dinheiro ou outros ativos que uma empresa possui. Pode se referir ao capital total da empresa ou a uma parte específica, como o capital de giro.

Capital circulante

O capital circulante é o dinheiro ou outros ativos que uma empresa usa em suas operações diárias. Isso inclui dinheiro em caixa, estoques e contas a receber.

Capital circulante líquido

O capital circulante líquido é o capital circulante menos as dívidas de curto prazo de uma empresa. É uma medida da capacidade da empresa de pagar suas contas no curto prazo.

Capital de giro

O capital de giro é o dinheiro que uma empresa usa para financiar suas operações diárias. Isso inclui o dinheiro em caixa, estoques e contas a receber.

Capital de risco

O capital de risco é um tipo de investimento em que os investidores fornecem dinheiro para empresas iniciantes em troca de uma participação acionária.

Capital de terceiros

O capital de terceiros é o dinheiro emprestado que uma empresa usa para financiar suas operações. Isso inclui empréstimos bancários e títulos de dívida.

Capital fechado

O capital fechado é um tipo de empresa em que as ações não são negociadas publicamente. Em vez disso, elas são mantidas por um número limitado de acionistas.

Capital garantido

O capital garantido é um tipo de investimento em que o investidor tem a garantia de que receberá pelo menos o valor investido de volta.

Capital intelectual

O capital intelectual é o conhecimento, habilidades e experiência dos funcionários de uma empresa. É um recurso valioso para a empresa e pode ajudá-la a ter sucesso.

Capital segurado

O capital segurado é o valor que uma seguradora concorda em pagar em caso de um evento coberto pelo seguro.

Capital social

O capital social é o dinheiro investido pelos acionistas em uma empresa. Pode se referir ao capital total da empresa ou a uma parte específica, como o capital subscrito.

Capital subscrito

O capital subscrito é o montante que os acionistas concordaram em investir em uma empresa, mas que ainda não foi totalmente pago.

Carência

A carência é o período de tempo em que um investimento não pode ser resgatado sem penalidade. Isso é comum em certos tipos de títulos de dívida.

Carga tributária

A carga tributária é o montante total de impostos que uma pessoa ou empresa deve pagar.

Carnê leão

O carnê leão é um imposto sobre a renda que deve ser pago pelos freelancers e profissionais autônomos.

CCF

CCF é a sigla para Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundo. É um registro mantido pelos bancos para evitar que pessoas com um histórico de cheques sem fundo emitam novos cheques.

CDB

CDB é a sigla para Certificado de Depósito Bancário. É um investimento em que o investidor empresta dinheiro ao banco em troca de juros.

CDC

CDC é a sigla para Crédito Direto ao Consumidor. É um tipo de empréstimo em que o dinheiro é emprestado diretamente ao consumidor.

CFO

CFO é a sigla para Chief Financial Officer. É o executivo responsável pelas finanças de uma empresa.

Ciclo de vida do produto

O ciclo de vida do produto é a série de estágios pelos quais um produto passa desde a concepção até o fim de sua vida útil.

CNBV

CNBV é a sigla para Comissão Nacional Bancária e de Valores. É a agência reguladora do setor bancário e de valores mobiliários no México.

CND

CND é a sigla para Certidão Negativa de Débito. É um documento que atesta que uma pessoa ou empresa não tem dívidas pendentes com o governo.

Cobertura de risco

A cobertura de risco é um tipo de seguro que protege uma pessoa ou empresa contra possíveis perdas.

Comissão

A comissão é uma porcentagem do valor de uma venda que é paga a um vendedor ou corretor como compensação pelo seu trabalho.

Comissão de valores mobiliários

A comissão de valores mobiliários é a agência reguladora do mercado de valores mobiliários nos Estados Unidos.

Compliance

Compliance é o conjunto de políticas e procedimentos que uma empresa implementa para garantir que ela esteja em conformidade com as leis e regulamentos aplicáveis.

Compra em margem

A compra em margem é um tipo de investimento em que o investidor toma dinheiro emprestado para comprar ações.

Consorciado

O consorciado é uma pessoa que participa de um consórcio, que é um grupo de pessoas que se reúnem para comprar bens ou serviços juntos.

Consórcio

O consórcio é um grupo de pessoas que se reúnem para comprar bens ou serviços juntos. Cada membro contribui com dinheiro e, em seguida, o valor total é usado para comprar o bem ou serviço.

Contrato de adesão

O contrato de adesão é um tipo de contrato em que os termos são definidos por uma das partes, e a outra parte tem pouca ou nenhuma opção de negociação.

Contrato de opção

O contrato de opção é um contrato que dá ao comprador o direito, mas não a obrigação, de comprar ou vender um ativo a um preço especificado em uma data futura.

Cota

A cota é uma unidade de medida para fundos de investimento. Representa a parcela do fundo que pertence a cada investidor.

Cotação

A cotação é o preço atual de uma ação, título ou outro ativo.

CPF

CPF é a sigla para Cadastro de Pessoas Físicas. É um número de identificação emitido pelo governo federal brasileiro.

Credenciadoras

As credenciadoras são empresas que processam pagamentos com cartão de crédito e débito.

Crédito

O crédito é o dinheiro emprestado por uma instituição financeira ou outra fonte.

Crédito rotativo

O crédito rotativo é um tipo de crédito em que o valor emprestado pode ser usado várias vezes.

Cupom não fiscal

O cupom não fiscal é um recibo emitido por um caixa eletrônico ou outro dispositivo de pagamento que não é um comprovante fiscal.

Custo fixo

O custo fixo é um tipo de despesa que não varia com o volume de produção ou vendas de uma empresa. Alguns exemplos são aluguel e salários.

D

Darf

O Darf é o Documento de Arrecadação de Receitas Federais, utilizado para o pagamento de tributos à Receita Federal.

Day Trade

Day Trade é uma operação de compra e venda de um ativo financeiro realizada no mesmo dia.

Dedução de IR

Dedução de IR se refere a descontos permitidos na declaração de Imposto de Renda, como despesas médicas e educação.

Déficit Comercial

Déficit Comercial é a diferença entre as exportações e importações de um país em um determinado período de tempo.

Deflação

Deflação ocorre quando há uma queda geral no nível de preços de bens e serviços.

Demonstrativo de resultados

O Demonstrativo de Resultados é um relatório financeiro que apresenta a receita, custos e despesas de uma empresa em um determinado período de tempo.

Depreciação

Depreciação é a perda de valor de um ativo ao longo do tempo, causada pelo desgaste ou obsolescência.

Desvalorização

Desvalorização é a perda do valor de uma moeda em relação a outras moedas ou bens.

Direito de subscrição

Direito de Subscrição é o direito de adquirir novas ações de uma empresa antes que estas sejam oferecidas ao público.

Dirf

A Dirf é a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte, um documento que detalha as informações sobre o Imposto de Renda retido na fonte por empresas e outras fontes pagadoras.

Diversificação de risco

Diversificação de risco é a estratégia de investir em diferentes tipos de ativos para reduzir o risco de perda financeira.

Dívida securitizada

Dívida Securitizada é uma dívida que foi transformada em títulos negociáveis.

Doc

DOC significa Documento de Ordem de Crédito, utilizado para transferências eletrônicas de dinheiro entre diferentes bancos.

Dólar flutuante

Dólar Flutuante é uma taxa de câmbio que é determinada pelo mercado, sem a intervenção do governo.

DPA

DPA é a sigla para Declaração País-a-País, um documento que detalha as informações financeiras das empresas multinacionais.

DPVAT

DPVAT é o Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres, um seguro obrigatório para todos os proprietários de veículos automotores.

E

EBIT

EBIT é a sigla para “Earnings Before Interest and Taxes”, que se traduz para “Lucros Antes de Juros e Impostos”. O EBIT é um indicador financeiro que avalia o desempenho operacional de uma empresa, excluindo os efeitos dos juros e dos impostos. Ele fornece uma visão de quanto uma empresa gera em lucro apenas com suas operações principais, antes de levar em consideração os custos financeiros e os encargos fiscais.

EBITDA

EBITDA significa “Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation, and Amortization”, ou seja, “Lucros Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização”. O EBITDA é um indicador financeiro que mede o desempenho operacional de uma empresa excluindo os efeitos de juros, impostos, depreciação e amortização. Ele é usado para avaliar a geração de caixa da empresa a partir de suas atividades operacionais.

Elegibilidade

Elegibilidade é a qualidade ou condição de ser elegível para algo, geralmente se referindo à capacidade de atender a certos critérios ou requisitos. No contexto financeiro, a elegibilidade pode se referir a requisitos específicos que indivíduos, empresas ou projetos devem cumprir para se qualificarem para determinados benefícios, empréstimos, financiamentos ou programas.

Empowerment

Empowerment é o processo de conceder autoridade, responsabilidade e poder de tomada de decisão a indivíduos ou equipes. No contexto financeiro, o empowerment pode se referir a dar aos funcionários ou equipes a capacidade de tomar decisões relacionadas a investimentos, gastos e outras atividades financeiras, a fim de aumentar a eficiência e a responsabilidade.

Encargos Contratuais

Encargos contratuais são obrigações financeiras ou compromissos que surgem a partir de acordos formais ou contratos. Esses encargos podem incluir pagamentos periódicos ou únicos que uma parte deve realizar de acordo com os termos acordados em um contrato, como aluguel, taxas contratuais ou pagamentos de juros.

Endividamento

Endividamento é a quantidade de dívida que uma empresa ou indivíduo possui em relação ao seu patrimônio líquido ou outros indicadores financeiros. Ele reflete a proporção de recursos financeiros obtidos por meio de empréstimos ou financiamentos em comparação com os recursos próprios. O nível de endividamento pode impactar a saúde financeira e a capacidade de pagamento de uma entidade.

Endividamento de Longo Prazo

O endividamento de longo prazo se refere às dívidas que têm um prazo de vencimento mais distante, geralmente superior a um ano. Essas dívidas são frequentemente associadas a investimentos de maior prazo, como financiamento de projetos, aquisições de ativos ou expansões. O endividamento de longo prazo é um componente importante na estrutura de capital de uma empresa.

Endividamento Total

O endividamento total é a soma de todas as obrigações financeiras de uma empresa, incluindo dívidas de curto prazo e longo prazo. Esse indicador fornece uma visão abrangente da quantidade total de recursos que uma empresa deve a terceiros em relação aos seus próprios recursos.

Equity

Equity, ou “patrimônio líquido”, é a parte residual dos ativos de uma empresa após a dedução de todas as suas obrigações. Em outras palavras, é a propriedade líquida da empresa detida pelos acionistas. O equity representa o valor residual que pertence aos proprietários da empresa depois que todas as dívidas e outras obrigações são pagas.

Estagflação

Estagflação é um termo que combina “estagnação” e “inflação”. Refere-se a uma situação econômica em que uma economia enfrenta tanto uma estagnação no crescimento econômico quanto uma alta taxa de inflação. Isso é considerado um cenário desafiador, pois as políticas tradicionais para estimular o crescimento ou controlar a inflação podem ter resultados contraditórios.

Estrutura de Capital

A estrutura de capital de uma empresa refere-se à proporção de diferentes fontes de financiamento utilizadas para financiar suas operações e investimentos. Isso inclui dívida de curto e longo prazo, bem como capital próprio. A escolha da estrutura de capital afeta o risco financeiro e a rentabilidade da empresa.

Estudo de Viabilidade Técnica e Econômica

O estudo de viabilidade técnica e econômica é uma análise detalhada realizada antes de iniciar um projeto ou investimento. Ele avalia se o projeto é tecnicamente possível e se é economicamente viável, levando em consideração fatores como custos, benefícios, riscos e retornos esperados.

Ex Dividendo

A expressão “ex dividendo” é usada no mercado de ações para indicar que uma ação já não tem direito ao próximo pagamento de dividendos. Os investidores que comprarem ações “ex dividendos” não receberão o próximo pagamento de dividendos; esse direito pertence ao proprietário anterior da ação.

Excedente Financeiro

O excedente financeiro refere-se à quantidade de dinheiro ou recursos financeiros que excede as despesas, dívidas ou obrigações financeiras de um indivíduo, empresa ou entidade. É uma medida positiva da saúde financeira e da capacidade de investimento.

Exercício de Opções

O exercício de opções refere-se ao ato de comprar ou vender o ativo subjacente de um contrato de opção de acordo com os termos especificados. Os detentores de opções de compra podem exercê-las para comprar o ativo subjacente, enquanto os detentores de opções de venda podem exercê-las para vender o ativo subjacente.

Exigibilidades

Exigibilidades são obrigações financeiras ou passivos que uma empresa ou indivíduo deve cumprir. Isso pode incluir dívidas de curto prazo, pagamentos pendentes a fornecedores, salários a pagar e outras obrigações que devem ser atendidas dentro de um período relativamente curto.

F

FAC

FAC, ou “Fundo de Aplicação em Cotas”, é um tipo de fundo de investimento no Brasil. Nesse formato, os investidores compram cotas de um fundo que, por sua vez, investe em diferentes ativos financeiros, como ações, títulos públicos e privados, entre outros. A gestão do fundo fica a cargo de profissionais especializados.

Falência

A falência é um estado financeiro no qual uma empresa ou indivíduo não é mais capaz de cumprir suas obrigações financeiras, de modo que seus ativos são liquidados para pagar suas dívidas. Esse processo é geralmente regulamentado por leis e procedimentos legais para garantir que os credores sejam pagos de forma justa.

Fed

“Fed” é uma abreviação para o Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos. O Federal Reserve é responsável por formular e implementar políticas monetárias para influenciar a economia do país, controlando a oferta de dinheiro e a taxa de juros. Suas ações têm um impacto significativo nos mercados financeiros globais.

Fiança

A fiança é um acordo pelo qual uma pessoa (fiador) se compromete a assumir a responsabilidade por uma dívida ou obrigação financeira caso a parte principal (devedor) não a cumpra. Isso oferece garantia adicional ao credor de que o pagamento será feito, mesmo que o devedor original não possa cumprir sua obrigação.

Financiamento

O financiamento é o ato de fornecer recursos monetários a um indivíduo, empresa ou projeto para que possam adquirir bens, investir ou cumprir suas atividades. Pode ser feito por meio de empréstimos, linhas de crédito ou outras formas de investimento de capital. O financiamento é uma parte essencial do funcionamento dos mercados financeiros.

FLIRB

Até a minha data de conhecimento, não tenho informações sobre o termo “FLIRB” no contexto financeiro. Pode ser um termo específico de um setor ou região que não tenha sido amplamente discutido até o meu corte de conhecimento em setembro de 2021.

Fundo Cambial

Um fundo cambial é um tipo de fundo de investimento que foca em investir em ativos relacionados a moedas estrangeiras. Esses fundos podem se beneficiar de flutuações nas taxas de câmbio e usados por investidores que desejam diversificar suas carteiras e se expor a diferentes moedas.

Fundo de Ações

Um fundo de ações é um tipo de fundo de investimento que investe principalmente em ações de empresas listadas em bolsas de valores. Os investidores compram cotas do fundo, gerenciado por profissionais que escolhem as ações para compor a carteira do fundo, buscando retorno através do crescimento do valor dessas ações.

Fundo de Índices

Também conhecido como ETF (Exchange-Traded Fund), um fundo de índices é um tipo de fundo de investimento que busca replicar o desempenho de um índice específico, como o Ibovespa no Brasil ou o S&P 500 nos EUA. Os ETFs são negociados em bolsas de valores como ações.

Fundo de Investimento

Um fundo de investimento é uma forma coletiva de investir em que várias pessoas combinam seus recursos para investir em uma carteira diversificada de ativos financeiros, como ações, títulos e outros instrumentos. O fundo é gerenciado por profissionais que tomam decisões de investimento em nome dos cotistas.

Fundo de Previdência

Também conhecido como plano de previdência ou fundo de pensão, um fundo de previdência é um veículo de investimento voltado para a acumulação de recursos para o futuro, geralmente para a aposentadoria. Ele permite que os participantes contribuam regularmente, investindo esses recursos para que possam ser retirados em um momento posterior.

Fundo de Renda Fixa

Um fundo de renda fixa é um tipo de fundo de investimento que investe predominantemente em ativos de renda fixa, como títulos do governo, títulos corporativos e outros instrumentos com pagamentos de juros regulares. Esses fundos geralmente buscam maior estabilidade e menor risco em comparação com fundos de ações.

Fundo de Reserva

Um fundo de reserva é uma conta financeira estabelecida para cobrir despesas inesperadas ou emergências. Isso é comum em empresas, condomínios e outras organizações, onde uma parte das receitas é alocada para esse fundo, garantindo recursos disponíveis quando necessário.

Fundo Exclusivo

Um fundo exclusivo é um tipo de fundo de investimento feito sob medida para um único investidor ou um grupo restrito de investidores. Geralmente, esse tipo de fundo é adaptado às necessidades específicas do cliente em termos de estratégia de investimento, risco e retorno.

Fundo FGTS

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) é um fundo instituído no Brasil que funciona como um seguro para o trabalhador. As empresas depositam uma porcentagem do salário de cada funcionário nesse fundo, que pode ser utilizado pelo trabalhador em situações como demissão sem justa causa, aquisição da casa própria, entre outras.

Fundo Multimercado

Um fundo multimercado é um tipo de fundo de investimento com a flexibilidade de investir em diferentes classes de ativos, como ações, renda fixa, moedas, commodities e derivativos. O objetivo é buscar retornos por meio de estratégias variadas, aproveitando diferentes oportunidades de mercado.

G

Garantia Solidária

A garantia solidária é um compromisso no qual uma ou mais pessoas se responsabilizam conjuntamente pelo pagamento de uma dívida ou obrigação. Isso significa que cada garantidor é responsável pela totalidade da dívida, e o credor pode escolher cobrar qualquer um dos garantidores ou todos eles, caso o devedor principal não cumpra a obrigação.

Ganho Líquido

O ganho líquido é o valor final obtido após subtrair os custos, despesas e impostos relacionados a um investimento ou transação financeira. É a quantia que um investidor realmente obtém como retorno após considerar todas as deduções e custos associados.

Ganho de Capital

Ganho de capital é a diferença positiva entre o preço de venda de um ativo (como uma ação, propriedade ou investimento) e seu preço de compra original. É o lucro obtido quando um ativo é vendido por um valor superior ao seu custo original.

GDP (Gross Domestic Product)

O Produto Interno Bruto (PIB) é uma medida que avalia o valor total de todos os bens e serviços produzidos em um país durante um período específico. Ele é um indicador-chave da atividade econômica e usado para avaliar o tamanho e a saúde da economia de um país.

Gestão de Qualidade

A gestão de qualidade refere-se às práticas, políticas e processos implementados por uma organização para garantir que seus produtos ou serviços atendam, ou excedam as expectativas dos clientes em termos de qualidade e desempenho. Envolve monitoramento, controle e melhoria contínua dos processos de produção ou prestação de serviços.

Garantia

A garantia é um compromisso ou acordo que oferece segurança ou respaldo de que um produto, serviço ou obrigação será cumprido conforme acordado. No contexto financeiro, a garantia pode ser um ativo usado como colateral para um empréstimo ou financiamento, dando ao credor a capacidade de recuperar fundos em caso de inadimplência.

Gestão de Risco

A gestão de risco envolve a identificação, avaliação e mitigação de riscos potenciais que podem afetar uma organização, projeto ou investimento. O objetivo é reduzir a exposição a riscos indesejados, implementando estratégias para lidar com ameaças e aproveitar oportunidades de maneira controlada e informada.

H

Habitação Multifamiliar ou Coletiva

A habitação multifamiliar ou coletiva se refere a edifícios residenciais que abrigam múltiplas unidades habitacionais em uma única estrutura. Apartamentos em prédios de apartamentos ou condomínios são exemplos de habitações multifamiliares. Esse tipo de habitação é frequentemente usado para acomodar várias famílias em um mesmo espaço.

Hang Seng

O Hang Seng é um índice de mercado de ações de Hong Kong. Ele acompanha o desempenho das principais empresas listadas na Bolsa de Valores de Hong Kong e é um importante indicador da saúde e do movimento do mercado financeiro da região.

Hawkish

“Hawkish” é um termo usado para descrever uma postura ou política monetária mais rígida por parte de um banco central. Quando uma instituição é “hawkish”, significa que ela está inclinada a aumentar as taxas de juros ou adotar medidas para conter a inflação, mesmo que isso possa ter impacto sobre o crescimento econômico.

Headhunter

Um “headhunter” é um profissional ou empresa especializada em recrutamento executivo. Eles são contratados por empresas para identificar e recrutar talentos altamente qualificados para posições de liderança e executivas.

Hedge

Um hedge é uma estratégia financeira usada para reduzir ou eliminar o risco de movimentos adversos nos preços dos ativos. Isso geralmente é feito por meio de derivativos financeiros, contratos de opções ou outros instrumentos que compensam as perdas potenciais de um ativo com os ganhos de outro.

High Yield

“High yield” se refere a investimentos de alto rendimento, geralmente títulos ou títulos de dívida que oferecem taxas de juros mais altas em comparação com investimentos mais seguros, mas também com maior risco. Esses investimentos são frequentemente associados a títulos de empresas com classificações de crédito mais baixas.

Holding

Uma holding é uma empresa que possui participações em outras empresas, geralmente como acionista majoritária. As holdings são criadas para gerenciar e controlar as operações e ativos de várias empresas sob sua alçada, permitindo uma estrutura de controle mais eficiente.

Home Broker

O home broker é uma plataforma de negociação online que permite aos investidores comprar e vender ativos financeiros, como ações, diretamente pela internet. Ele oferece uma interface amigável para que os investidores possam executar ordens de compra e venda de forma simples e rápida.

Hot Money

O “hot money” se refere a fluxos de capital de curto prazo que se movem rapidamente entre países em busca de oportunidades de investimento de alto retorno ou taxas de juros mais atraentes. Esses fluxos podem ser voláteis e podem ter um impacto significativo nas taxas de câmbio e nos mercados financeiros.

Housing Starts

“Housing starts” é um indicador econômico que mede o número de novas construções residenciais que começaram em um determinado período. Esse indicador é usado para avaliar a saúde do setor imobiliário e a demanda por novas moradias.

I

IBC-Br

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) é um indicador econômico utilizado no Brasil para avaliar a atividade econômica do país. Ele é divulgado pelo Banco Central e é considerado um indicador antecedente do Produto Interno Bruto (PIB), oferecendo insights sobre a direção da economia.

Ibovespa

O Índice Bovespa, ou Ibovespa, é o principal índice de referência do mercado de ações brasileiro. Ele mede o desempenho das ações das empresas listadas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) e é amplamente utilizado como indicador da saúde e tendências do mercado de capitais brasileiro.

IBX 100

O IBX 100 é um índice que mede o desempenho das cem ações mais negociadas no mercado de ações brasileiro. Ele inclui ações que fazem parte do Ibovespa e de outros índices, oferecendo uma visão abrangente de um segmento maior do mercado de ações.

IBX 50

O IBX 50 é um índice que representa as cinquenta ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). Ele inclui ações que fazem parte do Ibovespa e de outros índices, proporcionando uma visão específica das ações mais líquidas do mercado.

ICV DIEESE

O Índice de Custo de Vida (ICV) do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) é um indicador que mede a variação dos preços de um conjunto de bens e serviços consumidos por famílias de baixa renda. Ele é usado para avaliar a inflação voltada para essa faixa da população.

IDHU

O Índice de Desenvolvimento Humano Urbano (IDHU) é um indicador que avalia a qualidade de vida em áreas urbanas, levando em consideração fatores como saúde, educação e renda. Ele é uma variação do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), mas focado especificamente em áreas urbanas.

IDU

O Índice de Desenvolvimento Urbano (IDU) é um indicador que avalia o desenvolvimento socioeconômico em áreas urbanas, considerando aspectos como saúde, educação, habitação e renda. Ele oferece uma visão da qualidade de vida nas cidades.

IEE

O Índice de Energia Elétrica (IEE) é um índice setorial que mede o desempenho das ações de empresas do setor elétrico listadas na B3. Ele é um indicador importante para investidores interessados no segmento de energia elétrica.

IGC

O Índice Geral de Cursos (IGC) é um indicador de qualidade das instituições de ensino superior no Brasil. Ele é calculado pelo Ministério da Educação (MEC) e leva em consideração a qualidade dos cursos de graduação e pós-graduação.

IGP-DI

O Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) é um indicador econômico que mede a variação média dos preços de uma cesta de produtos e serviços em diferentes níveis da economia. Ele é utilizado para monitorar a inflação.

IGP-M

O Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) é um indicador econômico que mede a variação de preços de uma cesta de produtos e serviços. É frequentemente usado como referência para reajustes de contratos de aluguel.

Imposto sobre Operações Financeiras

O Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) é um imposto cobrado sobre diversas operações financeiras, como empréstimos, câmbio, seguro e outras transações. Sua alíquota pode variar conforme o tipo de operação e o prazo.

Incentivos Fiscais

Incentivos fiscais são medidas adotadas pelo governo para estimular determinadas atividades econômicas, setores ou regiões. Eles podem incluir reduções de impostos, isenções ou benefícios tributários para promover investimentos e crescimento econômico.

Indicadores de Estrutura de Capital

Indicadores de estrutura de capital são métricas financeiras que avaliam a proporção das fontes de financiamento de uma empresa, como dívida e capital próprio. Exemplos incluem a razão dívida/capital próprio e o grau de alavancagem financeira.

Indicadores de Liquidez

Indicadores de liquidez medem a capacidade de uma empresa pagar suas obrigações de curto prazo. Exemplos incluem o índice de liquidez corrente e o índice de liquidez imediata.

Indicadores de Rentabilidade

Indicadores de rentabilidade avaliam o desempenho financeiro de uma empresa em relação aos investimentos realizados. Exemplos incluem o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) e o retorno sobre o ativo (ROA).

Índice de Eficiência

O Índice de Eficiência é uma métrica que avalia a eficiência operacional de uma empresa, calculando a relação entre suas despesas operacionais e sua receita. Quanto menor o índice, mais eficiente é a empresa em controlar suas despesas.

INPC

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) é um indicador que mede a variação média dos preços de uma cesta de produtos e serviços consumidos por famílias com renda entre um e cinco salários mínimos. Ele é usado para calcular reajustes de salários e benefícios sociais.

Insolvência

A insolvência ocorre quando um indivíduo ou empresa não é capaz de cumprir suas obrigações financeiras, ou seja, não consegue pagar suas dívidas. Em casos extremos, a insolvência pode levar à falência.

J

Joint Venture

Uma joint venture é uma parceria comercial entre duas ou mais empresas que colaboram em um projeto ou atividade específica. Cada empresa mantém sua identidade e operações independentes, mas trabalham juntas para alcançar objetivos comuns. As joint ventures podem ser estabelecidas para explorar novos mercados, desenvolver produtos ou realizar projetos conjuntos.

Juro Composto

O juro composto é um método de cálculo de juros no qual os juros ganhos são adicionados ao valor principal, e os juros subsequentes são calculados com base no montante total (principal mais juros acumulados). Isso resulta em um crescimento exponencial dos juros ao longo do tempo.

Juro de Mora

O juro de mora é uma taxa de juros cobrada em cima de uma dívida quando há atraso no pagamento. Ele serve como compensação pela demora no pagamento e incentiva o devedor a quitar a dívida o mais rápido possível.

Juro Simples

O juro simples é um método de cálculo de juros em que os juros são calculados apenas sobre o valor principal do empréstimo ou investimento. Os juros não são adicionados ao montante original, portanto, não há crescimento exponencial dos juros ao longo do tempo, como no juro composto.

Juros por Atraso

Os juros por atraso, também conhecidos como juros de mora, são os juros cobrados quando um pagamento não é efetuado no prazo estipulado. Esses juros são calculados com base no montante em atraso e servem como penalidade pelo não cumprimento dos prazos.

Juros Rotativos

Os juros rotativos estão associados a cartões de crédito. Quando um cliente opta por pagar apenas o valor mínimo da fatura, o saldo restante é acumulado como um saldo rotativo. Juros são cobrados sobre esse saldo rotativo até que o valor total seja quitado. É uma forma comum de endividamento com taxas de juros geralmente mais altas.

K

know-how

O know-how é um termo em inglês que pode ser traduzido como “saber-fazer”. No contexto financeiro, o know-how se refere ao conhecimento técnico e prático necessário para realizar determinada tarefa ou projeto de forma eficiente e eficaz.

No mundo dos negócios, o know-how pode ser um grande diferencial competitivo. Empresas que possuem funcionários com know-how em áreas específicas, como tecnologia, finanças ou marketing, podem obter vantagem sobre seus concorrentes.

O know-how também pode ser uma fonte de valor para as empresas. Em alguns casos, o know-how pode ser patenteado ou protegido por direitos autorais, o que pode gerar receitas adicionais para a empresa.

L

LAJIDA

LAJIDA significa “Lucro Antes de Juros, Impostos, Depreciação e Amortização”. É um indicador financeiro que mostra o lucro gerado por uma empresa antes de considerar os efeitos dos juros, impostos, depreciação e amortização. Isso oferece uma visão mais clara da lucratividade das operações principais de uma empresa.

LAJIR

LAJIR é a sigla para “Lucro Antes de Juros e Imposto de Renda”. É um indicador que reflete o lucro de uma empresa antes de considerar os efeitos dos juros sobre dívidas e o imposto de renda. É útil para avaliar o desempenho operacional de uma empresa, isolando os efeitos dos encargos financeiros e fiscais.

LBC

LBC pode se referir ao “Letras do Crédito Imobiliário” ou “Letras do Crédito do Agronegócio”. São títulos emitidos por instituições financeiras para captar recursos destinados ao financiamento de projetos imobiliários ou do setor do agronegócio. Investidores compram esses títulos, que são lastreados por ativos reais.

Leasing Financeiro

O leasing financeiro é um contrato em que uma empresa (locadora) concede o direito de uso de um ativo, como um veículo ou equipamento, a outra empresa (arrendatária) por um período específico. A empresa arrendatária paga uma taxa de aluguel e, ao final do contrato, geralmente tem a opção de adquirir o ativo por um valor residual.

Letra Hipotecária

A Letra Hipotecária é um título emitido por instituições financeiras para captar recursos para financiamento imobiliário. É lastreado por hipotecas sobre bens imóveis. Investidores compram esses títulos como forma de investimento seguro, já que estão vinculados a garantias reais.

LFT

LFT é a sigla para “Letra Financeira do Tesouro”. É um título público emitido pelo governo federal no Brasil. As LFTs são pós-fixadas e têm sua rentabilidade atrelada à taxa Selic, a taxa básica de juros do país. Elas são consideradas títulos de baixo risco.

LIBOR

LIBOR é a sigla para “London Interbank Offered Rate”. É uma taxa de juros de referência que os bancos usam para empréstimos entre si no mercado interbancário de Londres. A LIBOR é usada como base para definir as taxas de juros em empréstimos e contratos financeiros em todo o mundo.

Liquidez

Liquidez se refere à facilidade com que um ativo pode ser convertido em dinheiro sem causar impacto significativo em seu valor de mercado. Ativos líquidos são aqueles que podem ser rapidamente vendidos ou negociados, enquanto ativos ilíquidos podem levar mais tempo para serem convertidos em dinheiro.

LPA

LPA significa “Lucro Por Ação”. É um indicador que mede o lucro líquido de uma empresa dividido pelo número de ações em circulação. O LPA é usado para avaliar a rentabilidade de uma empresa em relação ao número de acionistas.

LTN

LTN é a sigla para “Letra do Tesouro Nacional”. É um título público emitido pelo governo federal no Brasil. As LTNs são pré-fixadas, o que significa que o investidor conhece a taxa de juros no momento da compra e recebe o valor nominal acrescido dos juros ao final do prazo.

Lucro Líquido

O lucro líquido é a diferença entre as receitas totais e as despesas totais de uma empresa. Ele representa o lucro real gerado pelas atividades operacionais da empresa, após a dedução de todos os custos, despesas, impostos e encargos financeiros.

M

MACD (Moving Average Convergence Divergence)

O MACD é um indicador técnico usado na análise técnica de gráficos de preços. Ele é utilizado para identificar tendências, divergências e possíveis pontos de reversão no mercado financeiro, principalmente em mercados de ações e câmbio.

Malha Fina

A malha fina é um termo utilizado para descrever o processo de análise minuciosa e verificação detalhada das informações prestadas em declarações de imposto de renda, buscando inconsistências, erros ou omissões. Pessoas que caem na malha fina podem ser chamadas a fornecer documentos adicionais para comprovar suas informações.

Margem Bancária

A margem bancária é a diferença entre as taxas de juros pagas pelos bancos em depósitos e as taxas de juros cobradas em empréstimos e financiamentos. Ela representa a receita líquida que os bancos obtêm por emprestar dinheiro aos seus clientes.

Margem Bruta

A margem bruta é a diferença entre a receita total de vendas de uma empresa e o custo dos produtos ou serviços vendidos, dividida pela receita total. Ela indica quanto dinheiro está disponível para cobrir os custos operacionais e gerar lucro após a dedução dos custos diretos.

Margem de Contribuição

A margem de contribuição é a diferença entre a receita total de vendas e os custos variáveis associados à produção ou venda de produtos ou serviços. Ela é usada para calcular a quantia disponível para cobrir os custos fixos e gerar lucro.

Margem EBIT (Earnings Before Interest and Taxes)

A margem EBIT é a proporção entre o lucro operacional (antes dos juros e impostos) e a receita total de uma empresa. Ela indica a eficiência operacional e a capacidade da empresa de gerar lucro a partir de suas atividades principais.

Margem LAJIDA

A margem LAJIDA é a proporção entre o lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização (LAJIDA) e a receita total de uma empresa. Essa margem mostra o desempenho operacional da empresa excluindo os encargos financeiros e fiscais.

Margem LAJIR

A margem LAJIR é a proporção entre o lucro antes dos juros e imposto de renda (LAJIR) e a receita total de uma empresa. Ela reflete o desempenho operacional antes dos efeitos dos encargos fiscais.

Margem Líquida

A margem líquida é a relação entre o lucro líquido de uma empresa e sua receita total. Ela indica a porcentagem de lucro que a empresa gera a partir das vendas, após a dedução de todas as despesas, impostos e encargos.

MBO (Management Buyout)

MBO é a sigla para “Management Buyout”, que se refere ao processo em que a equipe de gestão de uma empresa compra ações majoritárias da própria empresa, muitas vezes com o apoio de investidores externos ou financiamento.

Mercado de Ações

O mercado de ações é onde os investidores compram e vendem ações de empresas listadas em bolsas de valores. Ele é um ambiente onde ocorre a negociação de títulos de propriedade das empresas, permitindo que investidores participem da propriedade e dos lucros das empresas.

Mercado de Capitais

O mercado de capitais é o ambiente onde empresas emitem e negociam títulos financeiros, como ações e títulos de dívida, para captar recursos junto a investidores. Isso contribui para o financiamento das operações das empresas e o desenvolvimento da economia.

Mercado Financeiro

O mercado financeiro engloba todos os tipos de instituições e instrumentos que facilitam a transferência de dinheiro entre investidores, poupadores e tomadores de empréstimos. Isso inclui mercados de ações, títulos, câmbio, derivativos e outras transações financeiras.

Mercado Futuro

O mercado futuro é onde são negociados contratos padronizados para a compra ou venda de ativos financeiros, como commodities, moedas e índices de ações, em uma data futura pré-determinada. Ele é usado para proteção contra volatilidade e especulação.

Mercado Spot

O mercado spot é onde ocorrem as transações imediatas de compra e venda de ativos financeiros, como moedas, commodities e mercadorias, a preços vigentes no momento da negociação.

Microcrédito

O microcrédito é uma forma de financiamento oferecida a microempreendedores de baixa renda e pequenos negócios que têm dificuldade em acessar o crédito tradicional. Ele ajuda a promover o desenvolvimento econômico em comunidades desfavorecidas.

Montépio

Montépio é uma associação mutualista ou cooperativa que oferece benefícios previdenciários e de seguro para seus membros, geralmente em áreas como saúde, previdência e assistência social.

MPE (Micro e Pequena Empresa)

As Micro e Pequenas Empresas são categorias de empresas com baixo faturamento e número reduzido de funcionários. Muitos países oferecem incentivos fiscais e regulatórios para apoiar o desenvolvimento das MPEs.

MSCI (Morgan Stanley Capital International)

O MSCI é uma empresa que cria índices de referência usados para medir o desempenho de diferentes mercados de ações e classes de ativos em todo o mundo. Seus índices são amplamente utilizados por investidores e gestores de fundos.

Multa por Atraso

A multa por atraso é uma penalidade financeira imposta quando um pagamento não é feito dentro do prazo estipulado. Ela é geralmente calculada como uma porcentagem do valor devido e tem o propósito de incentivar o cumprimento dos prazos.

Mutualismo

O mutualismo é um princípio de cooperação em que indivíduos ou organizações se unem para alcançar objetivos comuns e benefícios mútuos. No contexto financeiro, o mutualismo pode se referir a associações ou cooperativas que oferecem serviços financeiros aos seus membros.

N

Nafta

A NAFTA (North American Free Trade Agreement) foi um acordo comercial entre Canadá, México e Estados Unidos que promoveu a eliminação gradual de tarifas e outras barreiras comerciais entre esses países. Em 2020, a NAFTA foi substituída pelo Acordo Estados Unidos-México-Canadá (USMCA).

NASDAQ

O NASDAQ (National Association of Securities Dealers Automated Quotations) é uma bolsa de valores eletrônica dos Estados Unidos, conhecida por listar muitas empresas de tecnologia e setores relacionados. Ela é conhecida por sua alta tecnologia e rapidez na execução de ordens.

NASDAQ Composite Index

O NASDAQ Composite Index é um índice de mercado que acompanha o desempenho de todas as ações listadas na bolsa de valores NASDAQ. Ele inclui empresas de diversos setores, mas é frequentemente associado a empresas de tecnologia e internet.

NBC (Normas Brasileiras de Contabilidade)

As Normas Brasileiras de Contabilidade são um conjunto de diretrizes e procedimentos contábeis que estabelecem regras e padrões para a elaboração de demonstrações financeiras e relatórios contábeis no Brasil.

Nota de Corretagem

A nota de corretagem é um documento emitido por uma corretora de valores após a realização de uma transação financeira, como a compra ou venda de ações. Ela detalha as informações da transação, como preço, quantidade, taxas e custos envolvidos.

Nota Fiscal

A nota fiscal é um documento fiscal que registra uma transação comercial ou a prestação de serviços. Ela é usada para documentar as operações financeiras e também para calcular os impostos devidos.

NPV (Net Present Value)

O Valor Presente Líquido (VPL), ou NPV em inglês, é uma técnica de análise de investimentos que avalia a viabilidade de um projeto comparando os fluxos de caixa futuros esperados com o valor presente desses fluxos, descontados a uma taxa apropriada.

NTN (Notas do Tesouro Nacional)

As Notas do Tesouro Nacional são títulos públicos emitidos pelo governo brasileiro para captar recursos no mercado financeiro. Elas são consideradas investimentos de renda fixa e podem ter diferentes características de remuneração e prazos.

NTN B, C, D, H

As NTN B, C, D e H são diferentes séries de títulos públicos do Tesouro Direto no Brasil, com características específicas de rendimento e prazo. Essas letras indicam as características de cada título, como o índice de correção, os juros e o prazo de vencimento.

NTN-F (Nota do Tesouro Nacional Série F)

A NTN-F é uma série de títulos públicos emitidos pelo governo brasileiro. São títulos pré-fixados, o que significa que a taxa de juros é definida no momento da compra e o investidor sabe exatamente o valor que receberá no vencimento.

NTN-P (Nota do Tesouro Nacional Série P)

A NTN-P é uma série de títulos públicos emitidos pelo governo brasileiro. São títulos pós-fixados, atrelados à variação da taxa Selic ou de índices de inflação, o que permite uma proteção contra a inflação e uma remuneração ajustada ao cenário econômico.

O

OMC (Organização Mundial do Comércio)

A Organização Mundial do Comércio é uma instituição internacional que regula o comércio global. Ela busca estabelecer regras e normas para o comércio internacional, promovendo a liberalização comercial e a resolução de disputas entre países membros.

On Balance Volume (OBV)

O On Balance Volume é um indicador técnico usado na análise técnica de gráficos de preços. Ele visa medir o fluxo de volume de negociações, considerando se os volumes são negociados em movimentos ascendentes ou descendentes, para auxiliar na identificação de tendências e reversões.

Operação de Câmbio

Uma operação de câmbio envolve a compra e venda de moedas estrangeiras. Elas podem ser realizadas para fins comerciais, financeiros ou de investimento, com o objetivo de aproveitar as flutuações nas taxas de câmbio.

Operação de Financiamento

Uma operação de financiamento refere-se à obtenção de recursos financeiros de terceiros para suprir necessidades de capital de uma empresa ou indivíduo. Pode incluir empréstimos, financiamentos e outras modalidades de crédito.

Operações de Crédito

As operações de crédito são transações financeiras nas quais uma instituição financeira empresta dinheiro a um tomador de empréstimo, com a expectativa de que o valor seja pago em parcelas ao longo do tempo, acrescido de juros e encargos.

ORTN (Obrigações Reajustáveis do Tesouro Nacional)

As ORTNs foram títulos públicos emitidos pelo governo brasileiro no passado. Eles eram reajustados pela variação da OTN (Obrigação do Tesouro Nacional) e eram utilizados como forma de financiamento governamental.

OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte)

A Organização do Tratado do Atlântico Norte é uma aliança militar entre países da América do Norte e da Europa. Ela foi estabelecida para promover a cooperação e a defesa mútua dos países membros em caso de ameaças militares.

OTN (Obrigação do Tesouro Nacional)

As OTNs foram títulos públicos emitidos pelo governo brasileiro no passado. Eles eram reajustados por índices de correção monetária e eram utilizados como instrumento de financiamento do governo.

Outsourcing

O outsourcing, ou terceirização, é o ato de delegar atividades ou funções de uma empresa a terceiros especializados. Pode envolver áreas como tecnologia, recursos humanos, contabilidade e outros serviços.

Overweight

“Overweight” é um termo usado em finanças para indicar que um investidor alocou mais capital em determinado ativo, setor ou mercado do que a alocação padrão. Pode ser usado também para expressar uma opinião positiva sobre um ativo em comparação com a média do mercado.

P

Par Bond

Um par bond é um título de dívida que é emitido com valor nominal igual ao seu valor de mercado. Isso significa que o título é vendido por um preço igual ao seu valor de face, resultando em um cupom (taxa de juros) igual à taxa de rendimento.

PAT (Profit After Tax)

O PAT, ou Lucro Líquido após Impostos, é o valor que uma empresa obtém como lucro após a dedução de todos os custos, despesas, juros e impostos. Ele representa o lucro disponível para distribuição aos acionistas.

PEA (Poupança de Emprego e Ação)

PEA é um dispositivo de poupança e investimento na França, que oferece vantagens fiscais a indivíduos que investem em ações de empresas francesas.

Pecúlio

O pecúlio é um montante de dinheiro ou benefício concedido a alguém, geralmente como resultado de uma contribuição ou investimento anterior, como um plano de previdência privada ou seguro.

Perfil de Risco

O perfil de risco se refere à avaliação do nível de tolerância de um investidor ou empresa a riscos financeiros. Pode ser classificado em conservador, moderado ou agressivo, com base na disposição de assumir riscos em busca de maiores retornos.

Personal Spending

O personal spending se refere aos gastos pessoais dos consumidores em bens e serviços, abrangendo uma ampla gama de despesas relacionadas ao estilo de vida.

PGBL (Plano Gerador de Benefício Livre)

O PGBL é um plano de previdência privada oferecido por instituições financeiras no Brasil. Ele permite que o investidor faça contribuições com benefícios fiscais, mas o imposto de renda é pago sobre o valor total resgatado no futuro.

PIB (Produto Interno Bruto)

O Produto Interno Bruto é a soma de todos os bens e serviços produzidos em um país durante um período específico. Ele é usado para medir a atividade econômica e o tamanho da economia.

PIBB (Produto Interno Bruto do Brasil)

O PIBB é um fundo de índice (ETF) que busca replicar o desempenho do IBrX-50, um índice que acompanha as 50 ações mais negociadas na B3, a bolsa de valores do Brasil.

PIS/PASEP (Programa de Integração Social / Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público)

O PIS/PASEP é um programa de contribuição social no Brasil que visa financiar o pagamento do abono salarial e outros benefícios aos trabalhadores. É voltado para trabalhadores do setor privado (PIS) e do setor público (PASEP).

PPP (Purchasing Power Parity)

O Paridade do Poder de Compra é um conceito econômico que compara o custo de uma cesta de bens e serviços em diferentes países, levando em consideração as taxas de câmbio, para determinar se as moedas estão subvalorizadas ou sobrevalorizadas.

Preço/VPA (Valor Patrimonial por Ação)

O Preço/VPA é uma métrica que compara o preço de uma ação ao seu valor patrimonial por ação. Pode ajudar a avaliar se uma ação está sendo negociada com desconto (preço menor que o VPA) ou com prêmio (preço maior que o VPA).

Private Equity

Private Equity se refere a investimentos em empresas não listadas em bolsa, onde investidores compram ações ou participações em empresas com o objetivo de reestruturá-las, melhorar seu desempenho e, eventualmente, obter lucros com sua venda.

Productivity and Cost (Produtividade e Custo)

Produtividade e custo são métricas que avaliam a eficiência e a relação entre a produção e os custos de uma empresa ou indústria. A produtividade refere-se à produção por unidade de insumos, enquanto o custo envolve os recursos financeiros necessários para produzir bens ou serviços.

Proponente

O proponente é uma pessoa ou entidade que apresenta uma proposta ou oferta para um contrato, licitação, investimento ou negócio.

Proposição Legislativa

Uma proposição legislativa é um projeto de lei ou outra medida submetida a um órgão legislativo, como um parlamento ou congresso, para consideração, debate e eventual votação.

Provisão

Uma provisão é uma quantia de dinheiro reservada para cobrir um passivo ou uma obrigação futura que ainda não foi realizada, mas que é esperada com base em informações disponíveis.

PTAX800

A PTAX800 é uma taxa de câmbio calculada pelo Banco Central do Brasil. Ela é usada para conversões de moeda estrangeira em transações financeiras e comerciais.

Pulverização de Risco

A pulverização de risco se refere à diversificação de investimentos em diferentes ativos ou classes de ativos, a fim de reduzir o risco associado a qualquer ativo individual.

Put

Uma opção de venda (put option) é um contrato financeiro que dá ao titular o direito, mas não a obrigação, de vender um ativo (como ações) a um preço pré-determinado em uma data futura.

PVI (Private Value Index)

O Private Value Index é um índice de ações que mede o desempenho das empresas privadas nos Estados Unidos. Ele é calculado pela Standard & Poor’s e fornece insights sobre o mercado de empresas que não estão listadas em bolsas de valores públicas.

Q

Qualificação

Qualificação é um termo utilizado para descrever a qualidade de um ativo. Por exemplo, a qualidade de uma ação é determinada pela qualificação da empresa em que a ação foi emitida.

Quantitativo

Quantitativo é um termo que se refere à quantidade de algo. Por exemplo, se você estiver analisando os resultados financeiros de uma empresa, pode se referir aos números quantitativos para obter uma compreensão mais clara do desempenho da empresa.

Quantitative Easing (Easing Quantitativo)

O “Quantitative Easing” (Easing Quantitativo) é um recurso usado pelos bancos centrais para ajudar a economia. Significa que o banco central compra títulos do governo para aumentar a quantidade de dinheiro disponível e reduzir as taxas de juros. O QE é usado quando as outras formas de política monetária, como reduzir as taxas de juros, não são tão eficazes. Ao aumentar a quantidade de dinheiro, o QE incentiva o empréstimo, os investimentos e a atividade econômica.

Quiet Period (Período de Silêncio)

O “Período de Silêncio” é um tempo em que uma empresa, especialmente após uma oferta pública inicial (IPO), evita fazer declarações públicas ou promover suas ações. Esse período é determinado pelos reguladores de valores mobiliários para evitar que a empresa faça declarações que possam influenciar indevidamente o preço das ações logo após a abertura de capital. O Período de Silêncio permite um ambiente mais justo para que os investidores avaliem a empresa com base em seus fundamentos e perspectivas.

Quota

Quota é um termo que se refere a uma parte da propriedade de uma empresa. Por exemplo, uma empresa pode emitir quotas para seus acionistas, permitindo que eles se tornem proprietários da empresa.

Quórum

Quórum é um termo que se refere ao número mínimo de pessoas necessárias para que uma reunião possa acontecer. Por exemplo, se um conselho de administração tem 12 membros, o quórum para a reunião pode ser estabelecido como 7 membros.

Quase-dinheiro

Quase-dinheiro é um termo usado para descrever ativos que podem ser facilmente convertidos em dinheiro, como títulos de curto prazo ou dinheiro em conta bancária. Por exemplo, se uma empresa tem uma grande quantidade de quase-dinheiro, ela pode usar esse dinheiro para financiar projetos e investimentos.

R

RDB

O RDB é um título de investimento emitido por instituições financeiras no Brasil. Ele funciona como um empréstimo que você faz ao banco, que paga juros em troca do seu investimento.

Recall

O recall é uma ação realizada por empresas para retirar do mercado produtos que foram identificados como inseguros ou defeituosos. Isso pode envolver devoluções, reparos ou substituições dos produtos para garantir a segurança dos consumidores.

Recebíveis

Recebíveis são valores que uma empresa tem a receber por vendas de bens ou serviços a prazo. Eles incluem contas a receber, faturas não pagas e outros compromissos pendentes de pagamento.

Receita Bancária

A receita bancária é o valor total gerado pelas operações e serviços financeiros de um banco. Isso inclui juros de empréstimos, taxas de administração, tarifas, comissões e outras fontes de receita provenientes das atividades bancárias.

Rentabilidade

A rentabilidade é a medida da eficiência com que um investimento gera retorno financeiro. É expressa como uma porcentagem que relaciona o lucro obtido ao valor investido, permitindo a comparação entre diferentes investimentos.

Risco de Crédito

O risco de crédito é a probabilidade de que um mutuário não cumpra suas obrigações de pagamento. Empréstimos, títulos de dívida e investimentos estão sujeitos a esse risco, que pode resultar em perdas financeiras para os credores.

Risco Diversificável

O risco diversificável é o risco específico associado a um ativo individual ou a um setor específico do mercado. Ele pode ser reduzido por meio da diversificação de investimentos em diferentes ativos.

Retorno sobre Investimento (ROI)

O ROI é uma métrica que avalia a eficácia de um investimento ao relacionar o lucro obtido com o custo do investimento. É expresso como uma porcentagem e é utilizado para analisar o desempenho financeiro de um investimento.

Royalties

Royalties são pagamentos feitos por uma parte (como uma empresa) a outra parte (como um detentor de direitos autorais) em troca do direito de usar propriedade intelectual, como patentes, direitos autorais ou marcas registradas. Geralmente são uma porcentagem das receitas geradas pelo uso dessa propriedade.

S

S&P 500

O S&P 500 é um índice de ações ponderado pelo valor de mercado que acompanha o desempenho de 500 das maiores empresas listadas nas bolsas de valores dos Estados Unidos. Ele é amplamente utilizado como referência para a saúde geral do mercado de ações dos EUA.

S&P Global 100

O S&P Global 100 é um índice que representa o desempenho de 100 empresas globais de grande capitalização em várias regiões do mundo. Ele é projetado para oferecer uma visão diversificada do mercado global de ações.

SAC (Sistema de Amortização Constante)

O SAC é um sistema de amortização de empréstimos em que as parcelas de pagamento mantêm um valor constante, enquanto a parcela correspondente aos juros diminui ao longo do tempo.

Saldo Credor

O saldo credor é o valor positivo em uma conta financeira, como uma conta bancária ou um cartão de crédito. Indica que há fundos disponíveis para serem usados ou retirados.

Score de Crédito

O score de crédito é uma pontuação que reflete a saúde financeira de um indivíduo ou empresa. É usado por credores para avaliar o risco de conceder crédito, como empréstimos ou cartões de crédito, com base no histórico de pagamento e outros fatores.

Seguro a Primeiro Risco Relativo

O seguro a primeiro risco relativo é uma modalidade de seguro em que o segurado e a seguradora concordam com um limite máximo de indenização. Se um sinistro ocorrer, a seguradora paga o valor até esse limite, independentemente do valor total do prejuízo.

Seguro Fiança

O seguro fiança é um tipo de seguro que funciona como garantia locatícia. Em vez de apresentar um fiador, o inquilino contrata uma seguradora para cobrir os aluguéis e encargos em caso de inadimplência.

Selic

A Selic (Taxa Básica de Juros) é a taxa de juros referencial da economia brasileira. É usada pelo Banco Central para influenciar a política monetária e controlar a inflação.

SFH (Sistema Financeiro de Habitação)

O SFH é um sistema no Brasil que oferece financiamento para aquisição de imóveis, com regras e condições específicas. Ele visa facilitar o acesso à habitação para a população.

Sinistro

O sinistro é um evento que gera prejuízo e que é coberto por um contrato de seguro. Pode se referir a acidentes, danos, perdas ou ocorrências que resultem em reivindicações de indenização junto a uma seguradora.

Situação Financeira

A situação financeira se refere à posição financeira geral de um indivíduo, empresa ou instituição. Inclui os ativos, passivos, receitas, despesas e obrigações financeiras que influenciam a saúde financeira.

Small Cap

Small cap se refere a empresas de pequena capitalização, ou seja, empresas com um valor de mercado relativamente baixo em comparação com empresas de grande capitalização. Investir em small caps pode ser mais arriscado, mas também pode oferecer oportunidades de crescimento.

SMI Zurich

O SMI Zurich é o índice de referência da bolsa de valores da Suíça. Ele representa o desempenho das principais empresas listadas na Bolsa de Valores de Zurique.

SND (Seguro Não Depósito)

O SND é um seguro obrigatório no Brasil que cobre danos pessoais causados por veículos automotores. Ele é destinado a indenizar vítimas de acidentes de trânsito.

SPC (Serviço de Proteção ao Crédito)

O SPC é um órgão de proteção ao crédito que registra informações sobre atrasos e inadimplências de consumidores em suas obrigações financeiras. Essas informações são utilizadas por empresas na análise de crédito.

Split

O split é uma divisão de ações em que a quantidade de ações em circulação é aumentada, mas o valor total de mercado da empresa permanece o mesmo. Isso pode resultar em uma redução do preço por ação, tornando-as mais acessíveis aos investidores.

Spread

O spread é a diferença entre o preço de compra e o preço de venda de um ativo, como uma ação, título ou moeda. Ele também pode se referir à diferença entre as taxas de juros de empréstimos e depósitos bancários.

Stop Loss

O stop loss é uma ordem de negociação que instrui um corretor a vender um ativo quando seu preço.

T

Tag Along

O tag along é um direito que protege os acionistas minoritários em caso de venda da empresa. Ele garante que, se um acionista majoritário vender suas ações, os acionistas minoritários também podem vender suas ações nas mesmas condições.

Tape Reading

O tape reading é uma técnica de análise de mercado que envolve a observação e interpretação das cotações em tempo real para tomar decisões de negociação. Os tape readers buscam padrões e tendências nas cotações e volumes de negociação.

Taxa de Adesão

A taxa de adesão é um valor cobrado por algumas instituições financeiras ou empresas ao adquirir um produto ou serviço. Pode ser comum em seguros, planos de saúde e associações.

Taxa de Administração

A taxa de administração é uma taxa cobrada por administradoras de fundos de investimento para cobrir os custos de gestão do fundo. Ela é deduzida dos rendimentos do fundo antes de serem distribuídos aos investidores.

Taxa de Custódia

A taxa de custódia é uma taxa cobrada por instituições financeiras para guardar e manter ativos financeiros, como ações e títulos, em nome dos investidores. Geralmente, é cobrada em investimentos de renda variável.

Taxa de Desconto

A taxa de desconto é a taxa de juros utilizada para calcular o valor presente de fluxos de caixa futuros. Ela representa a taxa de retorno esperada ou requerida por um investidor.

Taxa de Juro

A taxa de juro é a porcentagem do valor principal que um credor cobra como remuneração pelo empréstimo de dinheiro. Pode ser fixa ou variável, dependendo das condições do contrato.

Taxa de Retenção

A taxa de retenção é a porcentagem do rendimento ou salário que é retida pelo empregador ou governo para o pagamento de impostos ou contribuições.

Taxa DI (Depósito Interfinanceiro)

A taxa DI é a taxa de juros das operações de empréstimo entre bancos no mercado interbancário. Ela serve como referência para diversas taxas de juros no mercado financeiro brasileiro.

Taxa Efetiva

A taxa efetiva é a taxa de juros que realmente é paga ou recebida em um período, considerando todos os efeitos, como capitalização, juros compostos e eventuais taxas adicionais.

Taxa Interna de Retorno (TIR)

A Taxa Interna de Retorno é uma métrica usada para calcular a taxa de retorno de um investimento com base nos fluxos de caixa esperados. Ela é a taxa que iguala o valor presente dos fluxos de caixa ao custo inicial do investimento.

Taxa Líquida

A taxa líquida é uma taxa de juros ou retorno já descontada de impostos, taxas ou outros encargos.

Taxa Livre de Risco

A taxa livre de risco é a taxa de juros que um investidor espera ganhar em um investimento livre de riscos, como títulos do governo. Ela serve como referência para avaliar o retorno de outros investimentos.

Taxa Over

A taxa over é a taxa de juros utilizada no mercado financeiro interbancário para empréstimos entre bancos. Ela é calculada com base na média ponderada das taxas DI praticadas durante o dia.

TBC (Taxa Básica de Câmbio)

A TBC é uma taxa que serve como referência para a cotação do dólar em relação à moeda nacional. Ela é calculada pelo Banco Central e é usada como referência para o mercado de câmbio.

TBF (Taxa Básica Financeira)

A TBF é uma taxa utilizada no mercado financeiro brasileiro, calculada a partir de uma média ponderada das taxas dos Certificados de Depósito Interfinanceiro (CDIs) emitidos entre os bancos.

TDA (Total de Depósitos à Vista)

O TDA é um indicador que mede o total de depósitos à vista em um sistema bancário ou instituição financeira.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa do governo brasileiro que permite que pessoas físicas comprem títulos públicos pela internet. São opções de investimento de baixo risco e acessíveis.

Títulos de Capitalização

Os títulos de capitalização são produtos financeiros que combinam características de investimento com sorteios. Os participantes concorrem a prêmios, mas podem ter retorno limitado em relação ao investimento.

TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo)

A TJLP é uma taxa de juros fixada pelo governo brasileiro para empréstimos concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

TMS (Taxa Média Selic)

A TMS é uma taxa que representa a média ponderada das taxas dos negócios com títulos públicos registrados no Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (SELIC).

Top Pick

Um top pick é uma recomendação financeira ou de investimento que indica uma escolha favorita entre as opções disponíveis. Geralmente, refere-se a um ativo que um analista ou especialista considera particularmente promissor.

TP (Take Profit)

O TP, ou Take Profit, é um nível de preço predefinido em uma negociação em que o trader decide vender um ativo para realizar lucro antes que o preço possa se reverter.

TRD (Taxa Referencial Diária)

A TRD é uma taxa calculada com base na média ponderada das taxas de juros.

U

Underweight

Underweight é um termo usado em análise de investimentos para descrever uma alocação menor do que a média em um ativo específico em uma carteira de investimentos. Indica que o investidor possui menos desse ativo em comparação com sua representação no mercado.

Underwriting

O underwriting refere-se ao processo pelo qual uma instituição financeira ou seguradora avalia o risco associado a um cliente, empresa ou produto financeiro antes de aprovar um empréstimo, apólice de seguro ou emissão de valores mobiliários.

Unemployment Rate (Taxa de Desemprego)

A taxa de desemprego é uma métrica que mede a proporção da força de trabalho que está desempregada e buscando emprego ativamente. É um indicador importante da saúde econômica de um país.

União Europeia

A União Europeia (UE) é uma organização supranacional composta por 27 países europeus que cooperam em questões econômicas, políticas e sociais. Ela tem uma moeda comum, o euro, e promove a integração e cooperação entre os membros.

Units

As units são pacotes de ativos financeiros que combinam diferentes tipos de valores mobiliários, como ações ordinárias e preferenciais, em uma única unidade negociável.

Upside

O termo upside se refere ao potencial de valorização ou ganho em um investimento. É a possibilidade de obter um retorno positivo sobre o investimento devido ao crescimento no valor de mercado do ativo.

V

Vacância

A vacância é um termo utilizado no mercado imobiliário para se referir à proporção de imóveis desocupados ou não alugados em relação ao total disponível em um determinado período de tempo.

VAGP (Valor Atualizado de Garantia Provisória)

O VAGP é um valor atualizado de garantia provisória utilizado em processos judiciais ou contratos em que um bem é dado como garantia. Ele representa o valor do bem atualizado, considerando índices de correção monetária.

Valor Presente

O valor presente é o valor atual de um fluxo futuro de caixa descontado a uma taxa apropriada. Ele representa o quanto um determinado montante futuro vale no presente.

Valor Residual

O valor residual é o valor estimado de um ativo no final de sua vida útil ou contrato. Ele é usado em cálculos de depreciação e amortização, bem como para estimar o valor de revenda de um bem no futuro.

Valuation

O valuation é o processo de estimar o valor intrínseco de uma empresa, ativo ou investimento. Ele envolve a análise de diversos fatores, como fluxo de caixa, riscos, taxas de desconto e perspectivas futuras.

VE EBITDA (Valor da Empresa sobre o EBITDA)

O VE EBITDA é uma métrica financeira que compara o valor de uma empresa (valor de mercado mais dívida líquida) com seu EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização). É usado para avaliar a relação entre o valor da empresa e sua capacidade de gerar lucro operacional.

Vesting

O vesting é um processo pelo qual um beneficiário, como um empregado, adquire gradualmente direitos sobre um benefício ou ativo, como ações de uma empresa, ao longo do tempo. Geralmente, esse processo está sujeito a um período de carência.

VGBL (Vida Gerador de Benefício Livre)

O VGBL é um tipo de plano de previdência privada no Brasil. Nele, o investidor faz contribuições para acumular um valor que será utilizado para geração de renda no futuro. Diferentemente do PGBL, o VGBL não oferece vantagens fiscais no momento das contribuições.

VGBL Empresarial

O VGBL Empresarial é uma variação do VGBL destinada a empresas, que podem oferecer esse plano como benefício aos funcionários. Ele permite a formação de reservas individuais para os colaboradores.

VPL (Valor Presente Líquido)

O VPL é uma técnica de avaliação de investimentos que calcula o valor presente dos fluxos de caixa futuros, descontados a uma taxa apropriada. Um VPL positivo indica que o investimento é viável e pode gerar retorno.

VRGP (Valor Residual Garantido Provisório)

O VRGP é um valor de garantia residual usado em contratos ou acordos em que um ativo é dado como garantia. Ele representa o valor mínimo pelo qual o bem será considerado em caso de execução da garantia.

W

Web Services

Web services são serviços oferecidos através da internet que permitem a comunicação e troca de informações entre diferentes sistemas e aplicativos. Eles são usados para integrar sistemas e automatizar processos.

WACC (Weighted Average Cost of Capital)

O WACC é o Custo Médio Ponderado de Capital, que representa a taxa de retorno exigida por uma empresa para seus projetos de investimento. É calculado considerando o custo de capital próprio e o custo de capital de terceiros, ponderados de acordo com a estrutura de capital da empresa.

Warrant

Um warrant é um título financeiro que confere ao titular o direito, mas não a obrigação, de comprar ações da empresa emissora a um preço predefinido dentro de um período específico. Ele é semelhante a uma opção de compra, mas é emitido pela própria empresa.

Web Call Center

O web call center é um centro de atendimento ao cliente que utiliza tecnologias web para oferecer suporte e atendimento aos clientes. Pode envolver chat online, emails, chamadas de voz pela internet e outras formas de comunicação digital.

Wholesale Inventories (Inventários no Atacado)

Wholesale inventories se refere aos estoques de mercadorias mantidos por empresas no setor de atacado. Esses inventários são um indicador econômico que pode influenciar a atividade econômica, já que altos estoques podem indicar desaceleração nas vendas.

X

XIRR

XIRR (Internal Rate of Return): O XIRR é uma métrica financeira usada para calcular a taxa de retorno de um investimento em uma série de fluxos de caixa que podem ocorrer em datas irregulares. Ele considera tanto o valor presente quanto o futuro dos fluxos de caixa e é usado para avaliar a rentabilidade de investimentos complexos.

Y

Yield

O yield é a taxa de retorno gerada por um investimento, geralmente expressa em termos de porcentagem. Pode se referir a diferentes tipos de retorno, como o dividend yield (retorno de dividendos) em ações ou o yield de títulos que mede o rendimento gerado por juros ou cupons.

Yield Curve

A yield curve, ou curva de rendimentos, é um gráfico que representa a relação entre os rendimentos de títulos do mesmo emissor, mas com diferentes prazos de vencimento. Pode ser utilizada para avaliar as expectativas do mercado em relação às taxas de juros futuras e possíveis indicações de recessão econômica.

Yield to Maturity (YTM)

O yield to maturity, ou rendimento até o vencimento, é a taxa de retorno total que um investidor receberá se mantiver um título até o seu vencimento, considerando os juros, cupons e o preço de compra. É uma medida importante para avaliar o retorno potencial de títulos de dívida.

Z

Zona do Euro

A Zona do Euro é um conjunto de países da União Europeia que adotaram o euro como moeda oficial. Os países na Zona do Euro compartilham uma política monetária comum e utilizam o euro como meio de troca.

Zero Coupon

Zero coupon, ou cupom zero, refere-se a títulos de dívida que não pagam juros periodicamente. Em vez disso, eles são emitidos com desconto em relação ao seu valor nominal e são resgatados pelo valor integral no vencimento.

Confira mais artigos como este no Blog Acerto, navegue pelas nossas categorias de Organização FinanceiraLimpar seu NomeInformações BancáriasScore de Crédito e ainda ficar por dentro das Dicas e Notícias Financeiras.

Aproveite também e siga a Acerto no Instagram para ficar por dentro de todas as novidades que impactam a sua vida financeira!

Esse artigo foi útil?
[Total: 0Média: 0]

Roberta Firmino

Você pode gostar também