fbpx

Como Negociar Dívidas Com o Banco Itaú? Passo a passo fácil

Tempo de leitura: 4 minutos

Ser cliente de um dos maiores e mais tradicionais bancos do Brasil, como o Itaú, traz uma série de vantagens, inclusive na negociação de dívidas. Você sabia disso? Se você chegou até este conteúdo, pode estar se perguntando quais são as formas de negociar suas dívidas com o Itaú, certo?

Saiba que você pode acertar seus débitos com a instituição tanto se for correntista quanto se tiver apenas o cartão de crédito. Então, continue a leitura para entender como funciona o sistema de renegociação e conferir dicas para fazer um bom acordo!

Quais dívidas com o Itaú podem ser negociadas?

O Itaú opera com centrais de atendimento distintas para clientes com conta-corrente e para aqueles que possuem apenas o cartão de crédito. No entanto, esteja ciente de que todas as dívidas com o banco podem ser renegociadas.: empréstimos, financiamentos, cheque especial e cartão, entre outros.

Quais são as condições de negociação? É possível parcelar?

Assim como grande parte das instituições bancárias, o Itaú oferece condições de negociação que se encaixam em diferentes orçamentos e cabe ao cliente escolher a melhor opção para o seu bolso.

Para correntistas Itaú

As formas de negociação de dívida para quem tem conta corrente do Itaú são:

  • possibilidade de juntar todos os débitos com o banco em um única dívida;
  • entrada facilitada e a primeira parcela pode ser paga em até 90 dias;
  • parcelamento em até 73 meses;
  • taxas de juros começam em 1,99% ao mês, mas variam de acordo com o cliente e só são informadas durante a negociação.
  • clientes que puderem pagar à vista contam com condições especiais;
  • facilidade de negociação pelo canal de negociação pela internet ou pelo app do banco.

Para os correntistas, é importante ressaltar que todas as faturas atrasadas do cartão de crédito, as parcelas futuras e as dívidas do cheque especial e empréstimos podem ser negociadas em um único contrato. 

Então é comum que o banco reúna todas as dívidas que você possui em uma só, mesmo as que ainda não venceram. 

Para clientes do cartão de crédito Itaú

Além do cartão Itaucard, o banco possui uma ampla lista de parceiros que utilizam sua bandeira de cartões de crédito, como Marisa, Credicard, Extra, Ponto Frio, Magazine Luiza, Sam’s Club e Walmart. Esses parceiros também podem ser negociados através das centrais de atendimento do banco.

Para negociar essas dívidas, o cliente deve entrar em contato pelos seguintes telefones: 3003-3030 (para capitais e regiões metropolitanas) ou 0800-720-3030 (para demais localidades). Além disso, é possível fazer a negociação através do site específico para acordos para cartões.

Ao negociar, o cliente do cartão de crédito conta com as seguintes condições:

  • parcelas em até 73 meses;
  • taxas de juros a partir de 1,99% ao mês — as taxas mudam dependendo do contrato e são informadas quando negociadas;
  • descontos para pagamento à vista.

Além disso, entenda que, geralmente, todas as dívidas do cartão costumam ser reunidas no contrato de negociação, como no caso acima. Ou seja, mesmo que você esteja devendo algumas parcelas e faltem outras para vencer, o banco deverá reunir tudo em uma só dívida.

Passo a passo para negociar dívida com o Itaú

Os sistemas de negociação de dívida do Itaú são bastante simples e intuitivos para realizar acordos. Se você optar por negociar uma dívida com o Itaú pela internet, siga estes passos:

  1. Acesse este link para ir à tela de negociação.
  2. Digite seus dados.
  3. Confirme as informações solicitadas pelo sistema.
  4. Na página de negociação, verifique seus dados e débitos pendentes.
  5. Clique em “Simulação”.
  6. Escolha uma data adequada para o pagamento e um valor de parcela que caiba no seu orçamento.
  7. Indique se é possível dar uma entrada.
  8. Verifique as informações ou faça as alterações necessárias.
  9. Confirme o seu acordo Itaú!

Importante: É possível que, ao acessar esse link, você não consiga fazer o acordo via sistema devido a políticas internas do banco. Nesse caso, você deverá enviar um e-mail solicitando a renegociação para: renegocie@itau.com.br.

Dívida com o Itaú cobrada pela Recovery

Assim como acontece em outros bancos, é possível que a sua dívida com o Itaú esteja sendo cobrada por outras empresas, especialmente se for uma dívida antiga.

Uma das empresas que realiza o serviço conhecido como “recuperação de crédito” é a Recovery, que possui mais de 20 anos de experiência no setor.

Isso pode ocorrer com dívidas do Itaú, que passam a ser controladas e cobradas pela Recovery. Esse processo é legal e popularmente conhecido como “venda de dívida“.

Por isso, para negociar a sua dívida feita no Banco Itaú, talvez seja necessário seguir o processo de negociação/refinanciamento através do site da Recovery. É um processo bastante simples.

Acesse a página da Recovery e consulte suas dívidas!

Página da recovery para acordo itau

Dicas para fazer a melhor negociação de dívida com Itaú

Geralmente, as instituições financeiras realizam feirões de negociação de tempos em tempos. Fique de olho para ver se o Itaú está com alguma campanha disponível e aproveite, pois, nesses casos, os descontos costumam ser ainda melhores! Além disso:

  1. Dê preferência para pagar a dívida à vista, se possível.
  2. Se a dívida não for muito alta, organize-se para juntar um pouco durante alguns meses e pague de uma vez só; os descontos compensam.
  3. Se o valor do débito for alto, procure dar uma entrada e negocie o quanto antes.
  4. Coloque todas as suas despesas mensais na ponta do lápis antes de escolher o valor da prestação, afinal, você já tem outras contas para pagar.
  5. Peça descontos mesmo se não for possível pagar à vista. Pode ser que o banco negue, mas não custa nada tentar.
  6. Escolha uma data para pagamento mensal de forma que dê uma folga entre o dia que você recebe e a data de vencimento. Por exemplo: se recebe todo dia 5, coloque a parcela para dia 8 ou 10. Assim, se surgirem imprevistos na data de pagamento, você não perde a negociação.
  7. Se possível, evite parcelamentos longos. Quando a dívida é muito extensa, a tendência é que você pague juros maiores e por mais tempo.

É bom saber…

É importante lembrar que, após o pagamento da dívida, a empresa tem até cinco dias úteis para remover seu nome de órgãos como SPC e Serasa. Guarde o comprovante de pagamento para comprovar que já efetuou o pagamento em caso de erro no sistema.

Outra informação importante é que ao negociar uma dívida com o banco Itaú, assim como com outras instituições bancárias, se houver atraso no pagamento, a negociação será desfeita.

Evite esse inconveniente mantendo-se firme para sair do vermelho!

Esse artigo foi útil?
[Total: 4Média: 4.8]

Tags relacionadas

Leandro Jesus

Você pode gostar também